EuLutoContraADepressao


Eutimia

O diagnóstico é um rótulo médico que identifica a existência da doença, o curso da mesma e as implicações para o tratamento.

Existem diferentes sistemas de classificação de doenças usados para obter um diagnóstico. No mundo e na Europa, a Classificação Internacional de Doenças (CID) da Organização Mundial de Saúde (10ª revisão), é a mais comum.

De acordo com esta classificação, o diagnóstico de “depressão” ou “episódio depressivo” é feito quando um certo número de sintomas típicos estão presentes ao longo de um período de, pelo menos, duas semanas.

Têm de estar presentes pelo menos dois dos principais sintomas centrais e dois dos sintomas adicionais periféricos (no anel cinza) da imagem abaixo:

 

diagnóstico_1

Dependendo da quantidade e intensidade dos sintomas, podemos distinguir vários tipos de depressão (depressão leve, moderada e grave).

Se houver pensamentos de morte ou ideias de suicídio, recomenda-se que o doente ou os seus familiares consultem o seu médico e encontrem ajuda profissional de imediato. É importante saber que estes pensamentos são um sintoma de depressão, e não um desejo resultante da posse de faculdades intactas, e que esses pensamentos desaparecerão se a pessoa obtiver ajuda adequada.