EuLutoContraADepressao


Eutimia

A depressão é muito comum. De facto, é uma das perturbações mentais mais frequentes. Um em cada quatro ou cinco indivíduos irá sofrer de depressão em algum momento da sua vida.

Por vezes a depressão surge sem qualquer razão aparente. Quando existe um problema claro e as pessoas o resolvem, ou quando conseguem ficar em paz com a situação ou encontram apoio, os sintomas associados à depressão podem ser atenuados, mas na maioria dos casos não desaparecem sem tratamento.

Quando a depressão está presente, as pessoas apresentam sinais e sintomas, mas podem não estar conscientes deles. Podem apenas começar a sentir que têm um problema sério quando já não conseguem livrar-se dele, quando começa a ter um efeito negativo na sua capacidade de realizar as atividades diárias, ou quando se torna tão grave que a vida parece não fazer sentido.

Os seus sentimentos são normais ?

Apesar de a depressão ser uma experiência comum, ainda é mal compreendida.

Um dos problemas consiste no facto de as pessoas utilizarem a palavra “depressão” para descrever os altos e baixos da vida.

Perante dificuldades na vida, problemas de dinheiro, desemprego, não receber uma promoção desejada, problemas de relacionamento, um desgosto amoroso, preocupações com os resultados de um teste ou uma doença, parece natural uma pessoa dizer que está “deprimida”.

Para muitos, a sensação de “depressão” é o resultado compreensível destas circunstâncias. A isto chama-se sofrimento mental.

Trata-se de uma reação natural e normal à adversidade e à perda, e que faz parte de um processo saudável e adaptativo. Quando as pessoas experimentam este tipo de sofrimento e perturbação individual, que pode ser de ligeiro a intenso, podem desenvolver determinados sintomas como dificuldades em dormir e comer, problemas sexuais, e até mesmo dor de cabeça ou picos de tensão.

O sofrimento mental pode ser agudo e durar apenas algumas horas, ou ser mais grave e prolongar-se por semanas, por vezes até meses, como acontece com o luto pela morte de um ente querido ou o fim de uma relação prolongada. Nestes exemplos de sofrimento intenso como reação a acontecimentos comuns da vida, existe o risco de desenvolver uma depressão.

A depressão é uma doença

A depressão é um termo clínico que descreve um problema de saúde que afeta a forma como as emoções são controladas pelo cérebro – é uma perturbação do humor.

A depressão afeta os sentimentos, os pensamentos e as funções corporais. A experiência de depressão envolve emoções e sentimentos negativos intensos, a perda de interesse, fadiga, alterações no sono, na atividade sexual, no peso ou no apetite, ideias negativas tais como pessimismo, baixa autoestima, indecisão e ideação suicida, bem como outros sintomas específicos.

Em geral, estes sintomas irão produzir efeitos indesejáveis na vida das pessoas, afetando, por exemplo, o bem-estar individual, o trabalho e os relacionamentos.