EuLutoContraADepressao


Eutimia

 

A depressão é uma doença que pode afetar qualquer um, incluindo pessoas de fé.

O risco de suicídio parece ser menor em pessoas que já estejam envolvidas em atividades religiosas, em comparação com as que não estão. Contudo, qualquer ilação de causa e efeito é especulativa.

Vários doentes com depressão envolvidos em grupos religiosos têm vindo a referir que não se sentem tão confortados pela sua fé, que não se sentem tão próximos da fé e que deixaram de encontrar energia na sua espiritualidade, como sentiam anteriormente. Estes podem ser sintomas de depressão. Neste caso, pode colocar-se a questão de aferir se a depressão terá sido causada por uma quebra da fé religiosa.

Porém, com base na investigação clínica, geralmente acontece o contrário. A perda de interesse, de alegria e de proximidade com os outros são alguns dos sintomas-chave da depressão. Isto afeta todas as áreas da vida da mesma forma, de modo que os doentes que sofrem de depressão perdem frequentemente a ligação à sua fé.

O apoio de um padre ou de um membro do grupo religioso ao longo do período do tratamento da depressão pode ser útil e ajudar no processo de recuperação.